Connect with us

Dicas Financeiras

Quanto Custa um Carro?

Publicado

em

Quanto Custa um Carro?

Ter um carro é o sonho de muitos brasileiros, é também um dos objetivos pessoais mais importantes depois da casa própria. Um automóvel particular representa mais conforto e liberdade, porém, é preciso entender que esse bem consome parte considerável do orçamento mensal.

Se a aquisição do veículo desejado não for bem planejada, o sonho pode facilmente tornar-se em pesadelo e isso ocorre com muita frequência, pois o consumidor coloca todos os seus esforços na “compra do carro”, desconsiderando todos os custos subsequentes.

Quanto Custa Manter um Carro?

Em primeiro lugar há o custo de compra do próprio veículo. Você pode comprá-lo por um valor mais baixo, se tem dinheiro para realizar o negócio à vista, ou seja, o vendedor terá que suar a camisa para conseguir fechar negócio.

Agora, se você só tem um montante para dar de entrada, saiba que seu novo carro custará “um pouco mais caro” por causa dos juros. Portanto, a escolha da linha de crédito adequada, bem como o prazo para pagamento são fundamentais para não gerar parcelas que sufoquem seu orçamento.

Na sequência temos o IPVA, que vem infiltrado nas contas do início de ano, sendo esse um imposto que pode custar até 4% sobre o valor do veículo. E se isso não bastasse, ainda tem o combustível que, a cada dia que passa, está se tornando um item de luxo.

Para finalizar, ainda existe o custo de manutenção do carro, seja por atingir um determinada quilometragem ou a cada seis meses. Mesmo que as primeiras revisões sejam mais baratas, esses valores devem ser colocados na ponta do lápis antes concretizar a compra.

Estou citando aqui o cenário em que você está comprando um veículo zero, portanto, se você está comprando um carro usado ou semi-novo, saiba que os custos de manutenção estarão em patamares mais elevados para o seu bolso. Abaixo listo os custos de um carro popular, como um Palio Fire:

[symple_ul style=”simplelist”]
[symple_li]Preço do Carro: R$ 23.990,00[/symple_li]
[symple_li]IPVA (4%): R$ 959,60[/symple_li]
[symple_li]Combustível no Ano: R$ 1.440,00 ( R$ 120 por Mês ) [/symple_li]
[symple_li]Seguro: R$ 1.300,00[/symple_li]
[symple_li]Revisão (Anual): R$ 600,00[/symple_li]
[symple_li]Total: R$ 28.289,60[/symple_li]
[/symple_ul]

Nesse simples exercício, vemos que o carro teve um custo de aproximadamente R$ 4.300,00. Estou considerando que você comprou o carro à vista, do contrário, teríamos que somar as parcelas mensais junto aos custos.

Ainda existe a situação imediata de depreciação do bem ao sair da concessionária, ou seja, ao dobrar a esquina da rua, seu carro valerá 10-15% menos que a tabela FIPE.

É fundamental realizar esses cálculos antes de fechar negócio e, principalmente, evite comprar por impulso. Há inúmeros casos de pessoas que entram na concessionária querendo comprar um Gol, mas ao escutar as falácias do vendedor, se viram “obrigados” a comprar um GOLF.

Conclusão

É preciso entender que, comprar um carro não significa que você pode mantê-lo. Pessoas ricas podem adquirir um veículo caro rapidamente e consumidores da classe média também, a diferença é que a classe média tem que esperar mais para ter o valor total do bem ou pode entrar na armadilha das promoções “sem entradas” e parcelamento em 72x.

Agora que rico e classe média lado a lado, os ciclos de manutenção começam, e é nesse momento que a classe média se aperta para pagar o financiamento, combustível, seguro, impostos e outros custos. A partir daí, muitos passam a correr o risco de inadimplência, podendo até perder o carro e o todo dinheiro investido por meses.

Clique para comentar

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending