Connect with us

CDB

CDB é sigla para Certificado de Depósito Bancário. De um modo bem resumido podemos dizer que, um CDB é o ato em que um Banco empresta dinheiro de pessoas físicas ou jurídicas ( que podem ou não tem uma conta junto à esse mesmo Banco ) para pode emprestar para seus clientes pessoa física ou jurídicas.

Se os bancos possuem milhões de contas, com milhões ou bilhões de reais à sua disposição, por que eles precisam se dar ao luxo de emprestar dinheiro de um lado e criar novos empréstimos de outro?

Em primeiro lugar, o dinheiro disponível em conta corrente ( o seu saldo ) é classificado como depósito à vista. Os bancos também podem emprestar esse tipo de depósito ( ou “dinheiro parado” ), mas esse é um assunto para outro artigo…

Pois bem, vamos voltar ao ponto crucial desse tipo de aplicação, e sua explicação é muito clara. A instituição financeira precisa respeitar um limite para emprestar o dinheiro disponível nas contas correntes de seus clientes, ou seja, eles emprestar um percentual do seu saldo, mas não te remunera por isso.

Na aplicação via CDB, o Banco te remunera de acordo com o montante que você empresta à ele, e nesse casos estamos utilizando os depósitos à prazo. Quanto a remuneração, o Banco lhe paga uma taxa de juros ( que pode ser prefixada ou pós fixada com base no CDI ) sobre o valor investido, ou seja, no término da aplicação, você receberá o montante investido somado aos juros do período.

Legislação Base dos CDBs

A aplicação CDB foi aprovada pelo artigo 30 da Lei número 4.728, de 14 de julho de 1965 ( Lei do Mercado de Capitais ). Porém as instituições só puderem disponibilizá-las ao público um após a publicação da lei, através do então Decreto-Lei Nº 14, do dia 29 de julho de 1966.

Quer saber mais sobre CDBs? Leia agora mesmo um artigo completo sobre O Que é CDB – Certificado de Depósito Bancário?

Clique para comentar

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *